O vereador Daniel Bertini (PMN) solicita ao Executivo que eleve a referência salarial do cargo efetivo de monitor de creche e concessão de gratificação aos que tenham nível de ensino superior como forma de reconhecimento e incentivo ao trabalho deles.

Este pedido reitera a Indicação n.º 80/17, de autoria do vereador Pastor Adilson Gonçalves (PSC), apresentada na quinta sessão ordinária, em 6 de março de 2017.

Os monitores de creche garantem a integridade física e psicológica das crianças. São profissionais que exercem um papel de extrema importância para a sociedade, pois é com eles que as crianças passam a maior parte do tempo”, argumenta.

Segundo Daniel, “os monitores acolhem as crianças de forma carinhosa e desenvolvem com elas atividades lúdicas e criativas, além disso, auxiliam na alimentação e estão sempre atentos ao comportamento social delas”.

Daniel afirma que “muitos monitores foram informados de uma possível obrigatoriedade de ensino superior em Pedagogia para poderem continuar exercendo suas funções e investiram em recursos e dedicação para cursarem uma universidade”.

Assentamentos

O vereador solicita que a Secretaria de Saúde elabore projeto para que seus profissionais passem a realizar visitas frequentes nas comunidades agrárias do Município a fim de orientar as famílias com relação a doenças e epidemias.

Descalvado conta com três assentamentos, 2 de Janeiro; 21 de Dezembro e o Aurora. “Muitas famílias vivem nessas comunidades, que estão distantes da cidade, necessitando sempre de um meio de transporte para que consigam chegar ao centro”, diz.

Por isso, prossegue, “profissionais das mais diversas áreas da saúde poderiam se deslocar até as comunidades para orientar, examinar e inspecionar mais de perto a vida desses cidadãos e conhecerem suas necessidades”.

Daniel também solicita melhorias para o transporte até os assentamentos. “Os moradores das comunidades agrárias sempre ficam na dependência de caronas ou mesmo se arriscam pedindo caronas a desconhecidos para poderem se dirigir ao centro da cidade”, observa.